História Universal
SIGA-NOS NO FACEBOOK

CURTA NOSSA PAGINA
loading...

Maniqueísmo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Maniqueísmo

Mensagem por Fundador em 27th Abril 2011, 01:32

O maniqueísmo é uma religião sincretista gnóstica, fundada por Mane ou Maniqueu, segundo a qual o Universo é obra de dois princípios opostos, em luta permanente - o Bem e o Mal.

Mane, descendente da alta nobreza, nasceu na Pérsia, no século III, e fundou o maniqueísmo após ter sido visitado duas vezes por um anjo, que o convocou para tal tarefa. A religião maniqueísta difundiu-se pelo Império Romano e pelo Ocidente Cristão. Embora os traços definidores desta religião sejam de inspiração persa, explicam-se também por elementos babilónicos, cristãos e budistas.

Baseada numa sólida organização eclesiástica, o maniqueísmo tinha exigências muito severas, adversas às manifestações da vida e anti-sociais, o que levou, em parte, a que os seus seguidores tivessem sido vítimas de perseguições (em especial nos séculos V e VI). Durante algum tempo, Santo Agostinho aderiu a esta religião.

Espalhada por diversas regiões dos impérios Romano e Sassânida, em 763 o maniqueísmo passou a ser a religião oficial do Império Uigur no Turquestão, de onde passou à China, aí sobrevivendo até ao século XIV.

Atualmente utiliza-se frequentemente a palavra "maniqueísmo" para designar outros dualismos, mesmo não tendo sido inspirados na doutrina de Mane.

Fundador
Administrador

Mensagens : 1615

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maniqueísmo

Mensagem por Saibot em 17th Agosto 2011, 02:49

O papa Leão I (440-461) envolveu-se de forma vigorosa no combate ao maniqueísmo, cujos adeptos, vândalos que tinham vindo de África, tinham-se estabelecido em Roma, onde criaram uma comunidade secreta. Leão I pediu aos fiéis que não hesitassem em denunciar aos sacerdotes esses hereges e, em 443, juntamente com senadores e presbíteros, conduziu pessoalmente uma investigação, no decurso da qual interrogou os líderes maniqueus. Através de vários sermões, o papa advertiu os cristãos de Roma para que estivessem de sobreaviso face aos maniqueus e mais uma vez apelou a que os fiéis fizessem chegar ao Papado todas as informações que permitissem combater os hereges. Como resultado, muitos maniqueus abjuraram e foram readmitidos na Igreja, enquanto outros foram desterrados da capital do Império pelos magistrados civis. A 30 de Janeiro de 444, o papa enviou uma carta a todos os bispos de Itália, informando-os da forma como deviam proceder com os maniqueus. Na Primavera do ano seguinte, o imperador Valentiniano III emitiu, sob influência de Leão I, um decreto que pressupunha severas penalizações para quem fosse acusado de professar o maniqueísmo. Próspero de Aquitânia relata, através da sua "Crónica", que em consequência das medidas de Leão I os maniqueus foram expulsos das diferentes províncias do Império e que, inclusive no Oriente, os bispos locais decidiram seguir as instruções de Roma.

Saibot
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 193

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum